Home    Fale Conosco  

 

VARGINHA  |  ALFENAS  |  ALTEROSA  |  AREADO  |  CAMPOS GERAIS  |  GUAXUPÉ  |  JURUAIA  |  MACHADO  |  PARAGUAÇU  |  POÇOS DE CALDAS  |  POUSO ALEGRE  |  SERRANIA  |  PÁGINA PRINCIPAL
NOTÍCIAS: Saúde & Beleza      Ação Social      Política      Polícia      Geral      Economia      Esporte      Cultura         Buscar:
Minas Acontece - Manifestante invade em reunião de vereadores e reportagem é barrada por segurança


Manifestante invade em reunião de vereadores e reportagem é barrada por segurança
21/11/2017
compartilhe:

Por Pedro Alencar Azevedo

Os vereadores estão engavetando pedidos de tribuna livre com teor de denúncias de interesse público. Tentaram abafar, mas desta vez enrolaram a unha!

Em Varginha, na noite desta segunda-feira (20/11), um cidadão invadiu o plenário da Câmara Municipal em meio do expediente da reunião ordinária dos vereadores e fez um protesto em forma de desabafo por não permitirem que ele utilize da Tribuna Livre. Em menos de 24 hs o vídeo do manifesto já bateu mais de 150mil visualizações e 4mil compartilhamentos no Facebook do Minas Acontece e viralizou no Whatsapp.

De acordo com Juliano Rodrigues ele protocolou o pedido para fazer o uso na Tribuna Livre no mês de maio e não obteve resposta. Cansado de esperar ele então invadiu o plenário e proferiu um discurso de três minutos e meio de manifestação olhando nos olhos dos vereadores e em determinado momento ele chega a ajoelhar implorando que os representantes do povo tenham mais atenção com a população.

A princípio o presidente da Câmara Zacarias chegou a reagir ameaçando chamar a polícia e mandou desligar a transmissão ao vivo que a TV Câmara transmitia pelo facebook. Mas na sequencia se calaram e não falaram mais nenhuma só palavra. Ao terminar a manifestação Juliano abandonou o prédio e foi embora. Como podemos ver no vídeo gravado pelo celular do próprio Juliano em nenhum momento os vereadores deram voz de prisão para o manifestante como divulgou a Câmara Municipal em Nota (na íntegra logo abaixo).

A polícia Militar informou que não prendeu Juliano, pois se foi dada voz de prisão ao mesmo pelos vereadores, então que a Câmara Municipal tem seguranças que deveriam ter contido o autor e não deixado ele sair no local até a chegada da PM. Que diante dos fatos, os militares deslocaram até a residência de Juliano, onde o mesmo por livre espontânea vontade acompanhou a PM até a delegacia de polícia para dar sua versão dos fatos.

Vale a pena ressaltar que este repórter vos escreve teve sua entrada barrada na Câmara Municipal por seguranças em pleno expediente da reunião ordinária de vereadores, após insistirmos com a câmera ligada registrando tudo, eles resolveram liberar a nossa entrada. Ao chegarmos no plenário falou apenas o presidente que entrou em contradição com o repórter que também já teve negado/engavetado o pedido do uso da tribuna desde o mês de março. A equipe do Minas Acontece queria denunciar irregularidades cometidas por um secretário municipal.

O que Juliano queria falar na tribuna e os vereadores não quiseram ouvir?

height=587

De acordo com Juliano, ele queria falar na tribuna sobre o funcionamento do UAI dentro do Via Café Garden Shopping de Varginha, ele acha irregular a cobrança de estacionamento para a população que utiliza do serviço público. Questionou também quanto o poder público paga de aluguel para a repartição funcionar naquele local que não deve ser barato e ainda denunciou que o shopping cobra estacionamento, mas não emite nota fiscal, não paga imposto. Sobre a Área Azul que aumentou sua extensão em 30% segundo ele e uma entidade recebe todo valor arrecadado e ele queria saber o que acontece com o dinheiro arrecadado e outras questões que ele considera de utilidade pública. “Os vereadores que deveriam fiscalizar, não fazem e ainda tentam me calar me impedindo de utilizar da tribuna livre.” Disse Juliano para reportagem do Minas Acontece.

O que é UAI?

height=125 height=125

Unidade de Atendimento Integrado do governo de Minas Gerais. Emissão de documentos, como carteiras de identidade, atestado de antecedentes criminais, CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social) e passaportes. Banco de empregos.

NOTA DE ESCLARECIMENTO DOS VEREADORES

CÂMARA DE VARGINHA DÁ VOZ DE PRISÃO A CIDADÃO QUE INVADIU SESSÃO

A Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Varginha, que estava sendo realizada nesta segunda-feira (20) foi interrompida pelo cidadão Juliano Rodrigues, conhecido por utilizar das redes sociais para denegrir a imagem dos políticos e autoridades de nossa cidade, inclusive as instituições públicas e particulares.
Ele foi advertido pelo presidente da Câmara que não poderia usar da palavra, mas não respeitou a ordem e iniciou uma série de acusações, invadindo o Plenário do Parlamento Municipal, dirigindo palavras caluniosas, difamatórias e injuriosas contra a instituição Câmara e contra todos vereadores.
No mesmo instante, recebeu voz de prisão do Presidente da Câmara, Zacarias Piva, porém conseguiu evadir do local, tomando rumo ignorado. O fato foi comunicado imediatamente a todas as polícias, Militar, Municipal e Judiciária, que estão em busca do mesmo, uma vez que está em estado de flagrante delito. A reunião foi interrompida e a Câmara Municipal fará uma representação criminal em nome de todos os vereadores, pedindo a prisão preventiva do mesmo e as responsabilidades penais cabíveis.




compartilhe:




Comentários:







 

NOTÍCIAS: Saúde & Beleza      Ação Social      Política      Polícia      Geral      Economia      Esporte      Cultura        




Todos direitos reservados.