Minas Acontece
Minas Acontece - Notícias de POUSO ALEGRE - O que acontece em Pouso Alegre você fica sabendo primeiro aqui!
Home    Fale Conosco  

 

POUSO ALEGRE  |  ALFENAS  |  ALTEROSA  |  AREADO  |  CAMPOS GERAIS  |  GUAXUPÉ  |  JURUAIA  |  MACHADO  |  PARAGUAÇU  |  POÇOS DE CALDAS  |  SERRANIA  |  VARGINHA  |  PÁGINA PRINCIPAL
NOTÍCIAS: Saúde & Beleza      Ação Social      Política      Polícia      Geral      Economia      Esporte      Cultura         Buscar:


Homem morto pela Polícia em Pouso Alegre é suspeito de articular ataques em MG
8/6/2018
Suspeito seria ligado a uma organização criminosa.

O homem identificado como Creone dos Santos Nogueira, conhecido por Psico, que foi morto pela Polícia na madrugada desta quinta-feira, em Pouso Alegre, é suspeito de ser um doa responsáveis pelos ataques que vem acontecendo em todo o Sul de Minas, desde o último domingo.

height=409

A suspeita é de que Creone seja o mandante do ataque a casa de um Sargento da Polícia Militar de São Lourenço. O homem era integrante de uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios. Os ataques que aconteceram em várias cidades do Sul de Minas causaram pânico em toda a população.

O homem morto pela PM estava foragido da Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, que fica na cidade de contagem. A ação para prender Creone foi montada por um grupo de operações especiais, a GAECO. Depois de conseguirem informações do paradeiro do fugitivo, os policiais montaram um cerco em volta da residência do suspeito, no bairro Jardim Olímpico.

Durante a ação dos Policiais uma mulher que morava no local percebeu o cerco ao fechar a janela e correu para dentro da casa. Em um primeiro momento ela disse que o suspeito não estaria na residência, mas quando um Tenente entrou no imóvel, encontrou Creone e começou uma briga corporal com ele. Segundo informações da Polícia, a todo momento o suspeito tentava tomar a arma do Tenente e apontar outra arma para ele. Quando os dois se desvencilharam, os suspeito fez menção de atirar contra os policiais e acabou sendo atingido por quatro tiros.

O homem foi socorrido até o Hospital Samuel Libânio, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. O militar também precisou de atendimento médico. Creone tinha passagem por tráfico de drogas e homicídio. No bolso da calça dele foram encontradas munições de calibre 9 mm.


Da Redação.



Comentários:




 

NOTÍCIAS: NOTÍCIAS: Saúde & Beleza      Ação Social      Política      Polícia      Geral      Economia      Esporte      Cultura