Home    Fale Conosco  

 

PARAGUAÇU  |  ALFENAS  |  ALTEROSA  |  AREADO  |  CAMPOS GERAIS  |  GUAXUPÉ  |  JURUAIA  |  MACHADO  |  POÇOS DE CALDAS  |  POUSO ALEGRE  |  SERRANIA  |  VARGINHA  |  PÁGINA PRINCIPAL
NOTÍCIAS: Saúde & Beleza      Ação Social      Política      Polícia      Geral      Economia      Esporte      Cultura         Buscar:
Minas Acontece - Uma mensagem de celular evitou que a gerente de uma agência bancária de Paraguaçu (MG) fosse sequestrada.


Uma mensagem de celular evitou que a gerente de uma agência bancária de Paraguaçu (MG) fosse sequestrada.
8/6/2017
compartilhe:

Uma mensagem de celular evitou que a gerente de uma agência bancária de Paraguaçu (MG) fosse sequestrada.

 height=282

A mulher de 53 anos foi rendida na noite desta quarta-feira (8) por dois rapazes armados, quando estava em casa com o marido, de 59 anos. Segundo a Polícia Militar, o marido da gerente conseguiu esconder o aparelho e, em um momento de distração dos criminosos, enviar um pedido de socorro para o irmão, que chamou os policiais.

 

A PM recebeu a denúncia de que um sequestro estava em andamento por volta das 21h. Ao chegarem na casa, em uma fazenda do bairro Pinhal, os policiais se depararam com um rapaz de 17 anos saindo pela porta com uma arma apontada para a cabeça da gerente. O comparsa dele, de 22 anos, foi visto correndo por um cafezal. A negociação para que a vítima fosse liberada durou pelo menos meia hora, mas o suspeito acabou se entregando.

Juntos, suspeitos ganhariam R$ 30 mil pelo sequestro

 

Na delegacia, o menor informou que ele e o comparsa foram contratados por uma quadrilha em Alfenas (MG) para manterem a gerente refém até a manhã desta quinta-feira (8), quando o restante do grupo chegaria à casa e a levaria até a agência do Banco Itaú, onde ela trabalha. O objetivo era que a vítima desse acesso ao dinheiro do cofre do banco. O menor relatou que foi prometido a ele e ao outro suspeito o pagamento de R$ 30 mil pela participação no esquema.

A gerente contou que, ao ser surpreendida pela dupla, foi avisada de que se tratava de um sequestro e que deveria se manter em silêncio para não ser ferida. O marido entrou no imóvel logo depois e acabou agredido por um dos suspeitos. O homem disse que recebeu um soco e, ao cair no chão, conseguiu jogar o celular embaixo de um armário.

 

No momento em que os criminosos faziam uma revista para em busca de celulares, o marido da gerente disse que o dele foi deixado no carro. A dupla saiu da casa para pegar o aparelho e o homem aproveitou para avisar o irmão sobre o sequestro. Cerca de 40 minutos depois, a PM estava na fazenda.

O menor disse aos policiais que desistiu do sequestro quando ouviu o latido dos cães da fazenda, mas, ao ver que os animais anunciavam a chegada da PM, tentou resistir à prisão, mantendo a gerente do banco sob a mira de um revólver.

Também de acordo com a polícia, o suspeito chegou a ser agredido por um membro da família e teve que ser medicado antes de seguir para a delegacia. A gerente de banco e o marido não se feriram. Até esta publicação, o segundo sequestrador ainda era procurado.

 Fonte:http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/mensagem-no-celular-salva-gerente-de-banco-de-sequestro-em-paraguacu-mg.ghtml



compartilhe:




Comentários:








 

NOTÍCIAS: Saúde & Beleza      Ação Social      Política      Polícia      Geral      Economia      Esporte      Cultura        




Todos direitos reservados.